ALIMENTOS CONDIMENTOS E OUTROS

A qualidade da nossa alimentação também passa pelo conhecimento dos ingredientes que usamos para a confecionar. Conheça melhor os ingredientes utilizados na alimentação.

Abóbora Hokkaido

Abóbora Hokkaido

Abóbora Hokkaido: benefícios e classificação segundo a Medicina Chinesa

A abóbora, antes de mais, é um alimento com zero desperdício pois tudo o que a compõe pode ser consumido, desde a casca à polpa e também as sementes.

Na sua composição temos betacarotenos (pigmento responsável pela cor laranja), luteína e zeaxantina (pigmentos responsáveis pelas cores e associados à prevenção e tratamento de patologias visuais), vitaminas (A, complexo B, C e E), sais minerais (potássio, cobre e zinco), rica em fibras e ácidos gordos essenciais, com zero teor de gorduras saturadas e baixo teor calórico (9 calorias por 100gr),

abóbora tem propriedades anti-helmínticas (parasiticida e vermífuga laxativas, anti-inflamatórias, bactericidas, emolientes, estomáquica e diuréticas. ​
Abóbora Hokkaido é um tipo de abóbora com origem asiática e que se destaca das restantes pelo sabor doce e pela sua composição nutricional rica em fibras, sais minerais e outros oligoelementos e aminoácidos essenciais.

Os benefícios da abóbora são:​

  • Retarda o envelhecimento (antioxidante) e tem propriedades anticancerígenas
  • Reduz a sensação de cansaço e fadiga (acção anti-inflamatória)
  • Fonte de energia (sementes de abóbora) e aumenta a saciedade
  • Controla a tensão arterial e protege o Coração
  • Previne doenças cardiovasculares (pelos antioxidantes que combatem o stress oxidativo)
  • Regula o trânsito intestinal e elimina parasitas (laxante suave)
  • Elimina o inchaço e promove a micção (diurético)
  • Previne patologias da visão (Betacarotenos, luteína e zeaxantina)
  • Protege o estômago, neutraliza a acidez do estômago e equilibra o ph
  • Previne e trata problemas digestivos como: dispepsia, azia, gastrite e úlcera gastro-duodenal
  • Previne  a anemia e a avitaminose (falta ou deficiência de vitaminas)
  • Na medicina chinesa, a abóbora pertence ao elemento terra, ou não fossem as abóboras amarelas e laranja (cor associada a este elemento), associado ainda ao Baço/Pâncreas e Estômago, têm uma natureza morna (polpa), ou seja é óptima para “aquecer” o organismo e tonifica-lo, é uma excelente fonte de hidratos de carbono, ou não fosse um vegetal que cresce e se conserva na altura do ano em que temos menos energia (Outono e Inverno). As sementes têm uma natureza neutra e um sabor amargo e doce e actuam mais nos Intestinos). É utilizada em casos de transtornos digestivos (dilatação abdominal, diarreia alternada com prisão de ventre e gases), transtornos urinários (inflamações das vias urinárias, cistites, nefrites e reumatismo) pela acção diurética que tem. É, ainda, muito usada no tratamento da HBP (hiperplasia benigna da próstata, neste caso as sementes secas) e contra parasitas intestinais.​

    Na cozinha, a abóbora pode ser consumida cozida ou assada, a polpa da abóbora em pedaços, em puré ou como base de uma sopa. É também usada na preparação de doces e compotas.

    Fonte: https://doutorachinesa.pt/abobora-hokkaido-beneficios-e-classificacao-segundo-a-medicina-chinesa/

    Vinagre de sidra

    Vinagre de sidra

    BENEFÍCIOS

    Nutrição - Digestão
    Na Idade Media o vinagre era utilizado para estimular o metabolismo do ser humano porque, como o ácido acético estimula a produção de enzimas digestivas, era utilizado para promover um melhor aproveitamento dos nutrientes pelo organismo.

    DEFESA
    Em caso de infecções pelo fungo Candida albicans e por vezes recomendado a realização de lavagens externas com água e vinagre (1 litro de agua com 2 colheres de sopa de vinagre), com o objectivo de acidificar a zona vaginal.
    Devido às suas características e pelo seu conteúdo em ácido acético, sempre foi utilizado para a limpeza e desinfecção. Há 2 mil anos atras, Hipócrates já utilizava o vinagre de sidra para limpeza das feridas.
    O vinagre tem ainda sido usado como conservante e estudos tem demonstrado que inibe o crescimento da bactéria Escherichia coli nos alimentos.

    SENSIBILIDADE À INSULINA
    A diabetes tipo 2 e uma doença que se caracteriza pelo aumento da glicose no sangue devido a uma resistência a acção da insulina ou a incapacidade do organismo produzir esta hormona.
    O vinagre de sidra bloqueia a digestão total dos hidratos de carbono, reduzindo a glicemia sanguínea apos as refeições e melhorando a sensibilidade a insulina. (2)

    PESO CORPORAL
    SISTEMA CARDIOVASCULAR
    Por todas estas razões, ao utilizar este vinagre, além de obter um paladar diferente, agradável e frutado, está a beneficiar o seu organismo.
    No entanto não o beba puro. As doses comuns variam entre 1 colher de chá de vinagre até 1 colher de sopa por dia, diluído num copo de água. Para a maioria das pessoas o sabor do vinagre com a água torna-se mais agradável quando se adiciona um pouco de mel.

    Ao adicionar umas gotas de vinagre aos alimentos esta, na verdade, a usar um ingrediente milenar, essencial para realçar o seu sabor e conhecido ao longo dos tempos pelas suas finalidades terapêuticas, assim como na conservação de diversos alimentos.

    Benefícios que pode encontrar neste alimento:

    O vinagre de sidra estimula a libertação de bílis e de enzimas pancreáticas nos intestinos. Os ácidos orgânicos que contem ajudam a promover uma digestão eficaz das proteínas.

    O vinagre ajuda a eliminar os agentes patogénicos, incluindo bactérias, e a prevenir que estas se multipliquem. O ácido acético mata microbactérias (microrganismos responsáveis, por exemplo, por causar a tuberculose) e mostrou ser eficaz como agente bactericida. (1)

    Os efeitos antiglicémicos do vinagre de sidra estão amplamente documentados.

    O vinagre pode ser útil no controlo do peso, sobretudo devido à capacidade de diminuir os níveis de glicose e insulina no organismo.

    O vinagre de sidra contem fitoquímicos que protegem as moléculas de LDL da oxidação, uma etapa determinante na doença cardíaca.

    (1). Acetic Acid, the active component of vinegar, is an effective tuberculocidal disinfectant. MBio. 2014 Feb.

    (2). Vinegar supplementation lowers glucose and insulin responses and increases satiety after a bread meal in healthy subjects. Eur J Clin Nutr. 2005 Sep.

    Fonte: https://www.celeiro.pt/cuide-de-si/temas-de-saude/vinagre-de-sida-beneficios

    Quer aprender a fazer vinagre de sidra? Então espreite aqui.
    Manjericão

    Manjericão

    O manjericão é uma aromática e uma planta medicinal. 
    O manjericão encontra-se tipicamente na cozinha italiana, mas hoje em dia já se encontra em qualquer lugar. 
    Quer seja usado no molho pesto, na massa ou na pizza: o manjericão aromático torna especiais muitos dos pratos mais conhecidos do mundo. 
    Mas o manjericão não só tem um óptimo sabor, como também é uma planta medicinal valiosa. O manjericão possui propriedades antibacterianas, antioxidantes, antiespasmódicas e digestivas. Além disso, o manjericão contém muitos oligoelementos, minerais e vitaminas, como, por exemplo: vitamina C, vitamina K manganês, cobre, cálcio, ferro e betacaroteno.

    Receitas:


    Abacate

    Abacate

    Abacate

    Hoje em dia, os abacates fazem parte dos superalimentos e já conquistaram um lugar às nossas mesas. O abacate, quando maduro, pode ser usado em inúmeras receitas doces e salgadas, desde o guacamole à mousse de chocolate vegana. O abacate é um fruto o nutritivo, rico em calorias provenientes maioritariamente da gordura que contém, gordura essa que é monoinsaturada e contribui para reduzir os níveis de colesterol no sangue. Os abacates também contêm vitamina E, vitamina B6, vitamina K e provitamina A e, além de fósforo, magnésio, cálcio e ferro, também são muito ricos em potássio.

    Dica 1: Uma maçã ao lado do abacate acelera o processo de amadurecimento.

    Dica 2: A polpa do abacate reage quando em contacto com o ar. Para evitar que isso aconteça, salpique umas gotas de sumo de limão no abacate cortado.

    Dica 3: Use o caroço do abacate. Não o deite fora, pois é um poderoso antimicrobiano, antifúngico e um antibiótico natural. Se fizer uma salada, rale parte do caroço e junta à salada. Se fizer um batido, rale parte do caroço e acrescente ao batido.

    Receitas:

    Sopa de abacate
    Sopa de agrião
    Salada de lentilhas

    Cereja

    Cereja

    As cerejas não são apenas deliciosas, também são boas para a saúde. As cerejas são uma excelente fonte de vitaminas e minerais, tais como: Vitamina A, B1, B2, C, Niacina, cálcio, fósforo, ferro, lipídeos e flavonoides.
    Aqui estão sete razões para as incluir na sua dieta:
    Anti-inflamatórias: as cerejas ganharam fama como um dos mais poderosos anti-inflamatórios da natureza, o que significa que elas são benéficas por várias razões. Devido às antocianinas das cerejas, os investigadores mostraram a sua eficácia contra os danos dos radicais livres e a inibição das enzimas ciclooxigenase, sendo melhor do que muitos químicos anti-inflamatórios.
    Benefícios para a artrite: de acordo com a Arthritis Foundation, beber sumo de cereja misturado com água três vezes por dia pode ser benéfico para pessoas com artrite. Isto devido às suas propriedades anti-inflamatórias.
    Saúde do coração: um estudo da Universidade de Michigan descobriu que uma dieta que inclui cerejas reduz todos os fatores de risco para a doença cardíaca, incluindo a inflamação, gordura corporal e colesterol.
    Proteção contra o cancro: investigadores descobriram que as cerejas doces ajudam na luta contra o cancro, graças ao seu alto nível de um antioxidante chamado cianidina. A cianidina é um importante eliminador dos radicais livres e também pode promover a diferenciação celular, um processo importante na luta do organismo contra as células cancerosas.
    Fonte de Energia: Antocianina também é bom para o cérebro e tem sido comprovado que ajuda a melhorar a memória.
    Rico em Betacaroteno: as cerejas são ricas em betacaroteno, que contém 19 vezes mais do que mirtilos ou morangos.
    Ajuda no Sono: as cerejas contêm melatonina, uma hormona que regula os ciclos de sono do corpo.

    Deixamos ainda algumas dicas:
    1. Quando comer cerejas, não desperdice os pedúnculos ou pés. Estes têm imensas potencialidades, sendo muito utilizados em naturopatia. Assim, deixe secar os pés em ambiente seco, à sombra durante cerca de uma semana. Guarde-os depois num pote e utilize-os para fazer chá.
    2. Utilize aprox. 50 gramas de pés de cereja por cada litro de água, deixando ferver por dez minutos. Este chá ajuda a combater infecções urinárias, pedras nos rins e vesicula biliar, ácido úrico e doenças reumáticas. Serve ainda de diurético.
    3. Uma forma de rentabilizar o consumo de frutas é fazer compotas caseiras, mais saudáveis do que as industriais. Além disso poderá saborear as cerejas fora da época, no Inverno por exemplo. Procure cerejas mais escuras e doces, de forma a poder reduzir a quantidade de açúcar na receita.
    4. Pode ainda conservar as cerejas em calda, para utilizar em crepes, waffles, ou outras sobremesas, durante o ano inteiro. A imaginação é o limite.
    5. As cerejas têm um tempo curto para consumo. Guarde-as no frigorífico sem lavar nem tapar. Deve lavá-las apenas antes de as consumir. 
    6. São o snack perfeito para ingerir entre refeições e um aliado para perder peso, pois ajudam a eliminar toxinas e líquidos, têm poucas calorias e contêm fibra que sacia e combate a prisão de ventre. 

    Fonte: https://www.saudedica.com.br/os-7-beneficios-da-cereja-para-saude/

    Receitas:
    Kirschenmichel ou pão com cerejas


    Salsa

    Salsa

    A salsa é uma das aromáticas mais populares. Com o seu sabor forte refina uma variedade de pratos. Mas a salsa é muito mais do que isso, pois é rica em vitaminas como a vitamina A, B1-6, C, E, K, betacaroteno e ácido fólico, minerais como potássio, cálcio, cloreto, fósforo, magnésio e sódio e oligoelementos como o ferro, manganês, zinco, cobre, flúor e iodo.

    Sendo que em termos de vitamina C a salsa contém mais vitamina C do que qualquer outro vegetal!

    A salsa tem, entre outras, propriedades mucolíticas, desintoxicantes, antibacterianas, diuréticas, anti-inflamatórias e digestivas.

    Dica: Em caso de fadiga ou ferro baixo, experimente beber durante pelo menos 2 semanas água de salsa. Como fazer? Encha um jarro com 1 litro de água filtrada, junta 1/2 molho de salsa biológica previamente amassada com as mãos e deixe macerar pelo menos 12 horas no frigorífico. Vá bebendo esta água ao longo do dia. Se quiser, acrescente umas rodelas de limão e casca de pepino. Repita todos os dias até se sentir melhor!

    E onde pode usar a salsa?

    Soufflé de salsa

    Massa com pesto de salsa
    Salada de cevadinha
    Pasta com sementes de abóbora